Recomeçando com novas páginas em branco.

agosto 13, 2018

Uma folha em branco


Recomeçando, com folhas brancas, sem quaisquer textos de blogs anteriores já nos arquivos (alguns eu mantive e coloquei como postagens minhas, entre muitos reblogs, lá no Tumblr, sigam lá também).

Ano passado resolvi abandonar, no fim do ano, o domínio antigo e criar este. Mudei o Instagram e o Twitter para acompanhar, mudei de hospedagem. E assim virou Caderneta Colorida meus cantinhos na internet.

Cheia de planos, nas férias, comecei a atualizar, mas tão logo as férias terminaram, mais uma vez o blog caiu na velha história de ficar semanas ou meses sem post algum. Daí cancelei as hospedagens e migrei o endereço do domínio para o Tumblr, para não perder. Ficar pagando por plano de hospedagem pra manter algo que mal estava usando e quando preciso conter despesas para quê?

Veja bem, amo esse meu cantinho (vários cantinhos, na real, já que teve várias facetas e endereços e temas ao longo dos anos) que tenho há um pouco mais de duas décadas (desde 1996, desde antes de blogs serem blogs!). 

Mas a verdade é que de 2012 para cá, raramente consegui engrenar vários meses de postagens seguidas, e cheguei a pensar em desistir de vez. Até criei uma Newsletter pra substituir e que padeceu do mesmo mal e ainda não sei o que fazer quanto a ela.

Então, de repente, estou passando por vários processos internos, terapias, autoanálises, aos trancos e barrancos, largando tudo e recomeçando de novo, me desmotivando, pra depois tentar outra vez e porquê não? Vamos dar mais uma chance ao bloguinho.

Então aqui estamos, dessa vez de volta ao blogger, depois de uns 8 anos usando wordpress em plataforma própria, aproveitando o domínio, que também já havia divulgado muito no Instagram do fim do ano pra cá, porém, desta vez, sem me cobrar postagens. 

Se postar dez vezes numa semana, tá valendo, se passar meses sem escrever, tá valendo. O que importa é tentar me redescobrir e reviver o prazer e, acima de tudo, aquela empolgação que sentia em fazer isso até 2011, principalmente.

E com páginas em branco, pois já não tenho mais todos os arquivos anteriores, infelizmente, o que pude salvar, está no Tumblr, e não quero me prender no mesmo estilo de tema ou posts passados. Quero escrever sobre o que me der na telha, de modo informal, na hora que me der na telha aqui.

Esta é, também, e acima de tudo, parte da minha jornada de redescoberta de mim, da minha autoestima que sofreu golpes ao longo dos anos, que me fez me perder um pouco de mim mesma, e esse também vai ser um cantinho pra eu compartilhar um pouco das coisas que eu redescobrir sobre mim, sobre meus gostos, sobre as coisas que me alegram e que me incomodam.

Sejam bem-vindos ao novo-velho-assassinado-e-revivido-poucos-meses-depois-de-nascer Caderneta Colorida! Puxa uma cadeira, fica à vontade, pega uma xícara de café (ou chá) e vamos ser amigos e nos conhecer. :)

Créditos da imagem: foto por K.D Lumitar no Unsplash.

You Might Also Like

0 comentários

Deixe seu comentário! Compartilhe sua opinião. :)

(C) 2018. Vi. Proibida reprodução, total ou parcial sem autorização e créditos.. Tecnologia do Blogger.

Instagram @CadernetaColorida